As Senhoras têm Cabelo - Passado

Sempre tive uma relação tempestuosa com o meu cabelo, se calhar é por ele ser parecido com uma tempestade. O meu cabelo não é liso nem é encaracolado. O meu cabelo tem uns jeitos manhosos que tão depressa tem caracóis, como tem ondas, como fica liso (efeito do secador), como está cheio de nós. Posso dizer que a forma mais constante do meu cabelo é uma ponta para cada lado.
 
Passo a contar um pequeno episodio para ilustrar o meu cabelo. Quando eu era pequena, tão pequena que ainda era a minha mãe que me penteava, naqueles dias em que tinha de me arranjar para ir para a escola, a minha mãe não usava um pente como as pessoas normais. Não! Para me pentear a minha mãe usava uma tesoura para cortar os nós com que eu ficava na parte de trás da cabeça.

 

O meu cabelo é tão terrifico que sempre tive o cabelo curto enquanto era miúda porque a minha mãe me dizia "Só deixo que cresças o cabelo quando tiveres idade suficiente para tomares conta dele sozinha". Entretanto assim por volta do sétimo ano deixei-o crescer. Depois no nono ano cortei-o curto outra vez (e recebi diversos elogios), dois anos mais tarde, no dia 14 de Agosto rapei o cabelo. Passei pelo processo traumático de o deixar crescer outra vez, usei-o comprido durante uns tempos e no final do meu 2 ano de faculdade zás! de volta ao cabelo curto. Entretanto a meio da primavera passada decidi deixar crescer outra vez o cabelo, e é no meio desse processo que me encontro. Pelo meio deste cortes houve uma vez que o meu pai me cortou o cabelo com a máquina de fazer a barba, uma vez em que a minha prima me cortou o cabelo a direito com uma tesoura de pontas redondas (daquelas das crianças) e já passei por imensos cabeleireiros, homens, mulheres, mais caros, mais baratos, que insistiam em que eu devia ter o cabelo liso, que me realçavam os caracóis, que quase me cortaram numa orelha. Também já usei gel, bandeletes, uma palmeira e o cabelo constantemente atado. Acho que já passei por tudo

 

À que dizer que também não são só coisas más. Tenho aquela cor que apenas é considerada "loiro" em Portugal, com madeixas mais claras por causa do Verão. Também é bastante grosso, abundante e forte. Ao menos cabelo é coisa que não me falta.

 

tags:
publicado por marttokas às 21:07 | link do post | comentar | ver comentários (13)