Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Infelizmente não consegui visitar quase nada de Marrocos, andei de uma reunião para a outra, a tentar perceber francês.  Desta vez fiquei num hotel de senhora, o Pestana Casablanca, mesmo em frente à praia! E fui visitar uma antiga cidade/fortaleza portuguesa chamada Mazagão que foi o único momento de turismo da viagem. A melhor parte foi sem duvida as conversas interessantes com gente de outras culturas.

 

Entretanto como ia na companhia de duas Senhoras que aproveitei para as observar e tirar alguns apontamentos:

 

1. Usam um outfit completamente diferente todos os dias

2. Fazem lanche da manhã

3. Aproveitam para ir ao shopping/medina nas mais diversas longitudes e horários

4. Sabem sempre as palavras certas a dizer de acordo com a ocasião social (isto é mesmo o que me faz mais falta...)

5. Despacham bagagem no avião (eu tenho andado sempre com bagagem de mão)

 

 

 

Fico sempre surpreendida pela planície. Talvez por ter crescido em Portugal, numa terra cheia de relevo, e por, até bem recentemente, pensar que todos os países do mundo tinham altos e baixos, colinas e vales. Depois de ter visitado montanhas, e ter estado em alto mar e na presença de enormes quedas de água, não há nada que me faça sentir mais pequena do que a planície. É o local onde, no meio da da amplitude e da vastidão, o nosso corpo se encolhe enquanto a alma se espraia em todas as direcções, tentado alcançar o infinito. 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

Fui ao Spa pela primeira vez. Para ajudar outras pessoas a não cometer os mesmos erros vou aqui contar a minha aventura.

 

Só para contextualizar a minha prima ofereceu um voucher para o spa de monte Real e a família (os 5!) aproveitou para ir em conjunto antes que o voucher ficasse fora do prazo.

 

Erro 1. Depois de ouvir ene vezes a minha mãe a gritar "Levem fato de banho! Levem fato de banho" fui mesmo buscar o fato de banho. É um spa, quanto mais água estiver em contacto com a pele e quanto menos tecido melhor. O meu conselho é levarem um biquíni que possa estar horas de molho em água bem quente.

 

Erro 2. Acho que a minha mãe ainda gritou uma vez ''Olhem as toalhas'' e pronto, lá fui eu buscar a minha toalha amarela de praia. Logo á entrada do spa, deram-nos um robe e uma toalha fofinha, muito melhor que a minha idosa toalha de praia.

 

Erro 3. Levei um saquito de papel com uns chinelos e o fato de banho. É claro que qualquer Senhora minimamente séria leva uma mala/malote com um saco de plástico para colocar a roupa molhada e suficiente grande para esconder a toalha de praia que trouxe por engano.

 

Erro 4. Por muita privacidade que os duches "tempestade" pareçam ter não é boa ideia cantar e muito menos dançar. Até me disseram ''Faça menos barulho'' (ainda bem que era só meu irmão a gozar comigo).

 

Percalços à parte gostei muito, a água do jacuzzi estava um bocadinho fria de mais para o meu gosto e a sauna não estava assim tão quente. Os meus sítios favoritos foram o banho turco, que estava perfeito, o duche tempestade em Monte Real (aquele onde eu estava a dançar), e a cascata da piscina. 

 

Se tiverem curiosidade vejam o vídeo.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Já alguma vez escreveram um texto lindo-marivilhoso-perfeito e depois esqueceram-se de o gravar? A qualidade duvidosa deste post deve-se à minha pouca vontade de o reescrever.

 

 

É essencial para uma Senhora conhecer o seu tipo de corpo, assim conseguimos tirar o melhor partido da roupa e do nosso corpo, de maneira a estarmos sempre no nosso melhor.

 

Passei bastante tempo em frente ao espelho da casa de banho a interrogar-me sobre qual seria o meu tipo de corpo. Tenho as ancas largas devo ser uma "Pêra", tenho os ombros largos devo ser um "Triangulo Invertido", a minha cintura é marcada ou não? Depois de muitas interrogações fui pegar na fita métrica e cheguei à conclusão de que sou mesmo uma "Ampulheta".

 

As "Ampulhetas" além de serem consideras o tipo de corpo ideal são o mais fácil de vestir (supostamente). Pesquisei em vários sites e no "Estilo disse Ela" (aquele livro é como uma bíblia de beleza) e cheguei à conclusão geral de que devo usar roupa que me marque a cintura.

 

Além do estilo de corpo horizontal, também há o estilo de corpo vertical. Este é menos conhecido, mas relaciona-se com a proporção tamanho de pernas vs tamanho de tronco. Depois de muito olhar aproveitei a fita métrica e medi-me. Resultado: tenho as penas mais compridas que o tronco. Boa!

 

Andei de visitar vários sites sobre o que se deve vestir para cada tipo de corpo cheguei à conclusão que depende muito daquilo que queremos realçar e que o melhor é usarmos a combinação infalível de bom senso com bom gosto (anda uma pessoa a fazer horas de pesquisa para chegar a estas conclusões).

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apresento-vos o meu armário, ocupa uma parede inteira, do chão até ao tecto. As portas são brancas com puxadores de metal e por dentro é todo em madeira. Além de roupa guardo livros, mochilas, equipamento para acampar, apontamentos da escola, etc. Tem tanto espaço que nunca o consegui encher completamente. Periodicamente, talvez uma vez por ano livro-me da tralha que se vai acumulando. O post de hoje é sobre a aventura de destralhar e organizar de maneira diferente o meu armário. Wish me luck.

 

 

Comecei por uma ponta (é o que eu faço sempre que tenho uma grande tarefa em mãos), neste caso pelo canto superior direito. Foi simples, tirei as caixas para baixo (uma com a colecção completa do “Clube das Chaves”, uma com os meus livros de miúda, uma com quadros antigos e uma de cartas Magic), limpei tudo e voltei a colocar tudo no local. De seguida limpei a prateleira vazia onde costumo guardar os cobertores e edredons. Fácil, o pior ainda estava para vir.

 

Anteriormente tinha a roupa separada por inverno/verão, mas como acabava por usar roupa de um lado e de outro, todo ano, decidi mudar o meu paradigma de organização. Agora vou passar a ter a roupa a roupa de Senhora de um lado e as outras coisas do outro. Acho que o armário vai passar a reflectir melhor esta nova fase da minha vida e simplificar a tarefa de me vestir pela manhã.

 

Tirei a roupa toda para fora, separei-a em diversas categorias, esvaziei as gavetas, limpei tudo e recomecei a encher.

A primeira coisa a entrar foram cabides de madeira, gosto mesmo deles, acho que a roupa fica com melhor aspecto quando está pendurada em cabides de madeira. Depois calças, camisas e vestidos. Nas gavetas pus camisolas, vestidos quentes e acessórios de inverno, como tenho muitas gavetas consegui separar tudo por estação. Nesta parte do armário guardei também o meu kimono, o fato de Kung Fu e calças de equitação (tudo desportos de que eu gostei muito e que agora não pratico).

 

 

Próxima fase. Foi um bocadinho mais assustadora porque a roupa que estava a mais na fase anterior transitou e amontuou-se deste lado do armário tornando tudo muito mais caótico. Comecei por cima, é aqui que tenho guardados coisas da escola, desde o infantário até ao secundário. Não guardei tudo, credo! Apenas os cadernos mais marcantes, trabalhos, testes onde tive boas notas, os meus livros do intercambio, desenhos que fui fazendo e CD’s. Desta tralha toda apenas vou por para a reciclagem um calendário antigo e as revistas da “Surf Portugal” (guardei apenas a primeira que comprei, num longínquo 2005). Seguinte, como de costume, esvaziar tudo, limpar e voltar a rechear. Primeiro os pijamas, depois t-shirts, vestidos de verão, camisolas de inverno, a farda dos escuteiros, o fato de surf (tenho curiosidade em ver se caibo lá dentro, mas também tenho um bocadinho de medo de experimentar), e mesa de cabeceira.

 

 

Next. Deste lado do armário é onde guardo mais uns quantos livros, os casacos, mochilas e sacos diversos, loiças e coisas do enxoval, etc. Já foi tudo reduzido ao mínimo portanto foi basicamente limpar e voltar a por no sitio. (foto assim que o meu portátil voltar a funcionar)

 

E pronto, agora tenho o quarto num caos mas o armário está perfeitamente arrumado e limpo.

Autoria e outros dados (tags, etc)

01
Mai13

...

Desculpem a ausência, estive um bocadinho doente. Para me redimir estou a preparar um mega-post.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2016
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2015
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2014
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2013
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2012
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2011
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2010
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ