Segunda-feira, 25.11.13

Beleza

Na altura criei este blog foi com o objectivo de ir contando as minhas aventuras enquanto me tentava tornar numa Senhora. Afinal porque é que decidi ser Senhora?

 

TRB

"Nancy Etcoff, psicóloga clínica e professora da Universidade de Harvard, comprovou, através de um estudo científico, aquilo que mais temíamos: usar maquilhagem tem, de facto, um efeito na forma como as mulheres são percepcionadas profissionalmente."


Stoya

«This leaves out some major factors in conventional aesthetic appeal: genetic luck, having the resources to eat well, the time and money necessary to purchase and regularly use face creams, oils, scrubs, and other weird stuff like placenta-blood facials or whatever it is that people who go to spas are up to these days.

 

Dolly Parton once said, "It costs a lot of money to look this cheap," and I feel like it's important to make clear that it also takes a lot of work to look this natural. I think we do each other a disservice when we pretend that there's something laudable about ignoring the effort we put into our appearances or that there's something brave about admitting the fact that we do put that effort in.»

 

 

Depois deste texto do TBR e deste da Stoya pus me a pensar no que era para mim a beleza/aparência física. Afinal para que serve? Qual é a vantagem de sermos mais ou menos bonitos? Aqui se nota a minha formação académica, afinal qualquer pessoa com o meu curso tem tendência a pensar sempre em termos de custos e benefícios. Qual é a vantagem de parecer uma Senhora? É uma imagem de baixa manutenção (depois da atingirmos) e isso deixa-me energia para outras coisas mais importantes. É uma imagem que encaixa no mundo onde passo a maior parte do tempo, é simplesmente uma capa e a de Senhora é a que me serve melhor. É o que as pessoas esperam ver. Eventualmente à medida que me vão conhecendo, ou vendo em situações menos civilizadas (e são muitas) a capa vai caindo - os meus amigos riem-se sempre digo que tenho um blog de moda e beleza. Sem duvida que é confortável ser percebida como "normal" e que, olhar para o espelho pela manhã e pensar "sou bonita", me anima.

 

 

 

Acho que a beleza está principalmente nos olhos de quem olha. Basta um cabelo brilhante, uma pele lisa e roupa apropriada e qualquer um é "bonito". Mas, no meu ponto de vista, e sem querer soar a cliché, a verdadeira beleza vem de dentro. É energia que atrai os outros, uns chamam-lhe charme, alegria, sorriso, pessoas assim são como estrelas brilhantes no meio da multidão cinzenta. Mesmo que só brilhem às vezes.

publicado por marttokas às 13:36 | link do post | comentar | ver comentários (5)
Terça-feira, 05.11.13

As Senhoras Viajam - Luxemburgo, Bruxelas, Amsterdão

Quinta

 

O meu pai liga-me às 7 da tarde: ''Amanhã vou ao Luxemburgo, queres ir lá ter?''

 

Sexta

 

Com apenas 2 horas de sono e com uma mochila arrumada em 10 minutos consigo comprar um bilhete um quarto de hora antes do comboio sair. Durmo. Verde e vacas.

 

Sábado

 

Encontrei 3 portuguesas no hostel sem terem sitio onde dormir. Uso a minha networking e a Santa Prazeres vem em nosso auxilio. Pizza Hut e café do bom.

 

Domingo

 

Croissants de Chocolate! Frango Assado! Deixo a mansão da Santa Prazeres e apanho um comboio rumo a Bruxelas. Avariou: bienvenue en Belgique. 6,5 horas depois .... encontei-me com o Max, um amigo que já não via há ano e meio.

 

Segunda

 

Andei a correr Bruxelas a pé. O tempo está meio manhoso. Andei, mas tanto! Tanto! Comi batatas fritas (uma especialidade local, são fritas duas vezes em banha de porco) e bebi um cerveja de que gostei realmente (pronto era cerveja com sabor a cereja).

 

Terça

 

Fui às compras! Comprei roupa de Inverno e de Senhora: uma gola quentinha e um casaco que é a peça de roupa mais cara que alguma vez possuí. Também comprei roupa interior suficiente para o resto da viagem. ATOMIUM - na categoria ''construído por pessoas'' é do mais impressionante que eu já vi. Já era tarde e não consegui subir ao topo, mas assim tenho um motivo para voltar a Bruxelas. Jantei vinho com gelo laranja e noz, tive uma conversa verdadeiramente interessante sobre ''ser português''.

 

Quarta

 

Manhã: visita guiada. Comi uma waffle deliciosa e o melhor leite com chocolate da minha vida. « Un pays qui se défend s'impose au respect de tous, ce pays ne périt pas. J'ai foi en nos destinées. » Decidi conhecer uma cidade com um estilo de vida mais saudável, que não envolvesse substituir refeições por bebidas fermentadas. Destino escolhido: Amesterdão! Uma horas de autocarro depois... cheguei de noite a um país com uma língua completamente estranha mas lá consegui desenrascar-me e chegar ao hostel. Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri . Há meninas no Red Light District mesmo bonitas, a minha vontade era perguntar qual eram os truques que utilizavam para não ter celulite e qual o método de depilação preferido.

 

Quinta

 

Andei com 2 amigos brasileiros a passear por uma feira da ladra, quase que comprávamos um casaco. Almoçámos um bife argentino delicioso e eu fui à Casa Rembrandt. Na minha inocência achei que ia ver obras dele. Na verdade a casa estava cheia de obras que Rembrandt possuía, mas não que tinha pintado. Até podia ter sido giro caso as expectativas não fossem tão altas. Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri Ri. Jantei entrecosto (era ilimitado portanto tentei arduamente dar prejuízo ao restaurante).

 

Sexta

 

Preciso de férias deste país, o meu corpo está no limite. Fiz uma visita guiada ao frio e à chuva, almocei comida típica (almôndega gigante com puré de batata, cenoura e cebola). Depois, como não podia faltar, estive a andar de bicicleta pela cidade, pelo caminho o mapa caiu-me do bolso e andei perdida e completamente desorientada. Depois fui ver uma exposição de cópias de remasterizadas de Rembrandt. Gostei, principalmente porque não tinha grandes expectativas e porque só paguei metade do preço. ''foto apostolo são paulo na prisão''. Ri Ri Ri. Tive uma experiencia única de ser sem-abrigo (coisa mais anti-Senhora não há), depois de andar á chuva por horas, passar pela estação de comboio acabei por dormir duas horas no chão da recepção do hostel onde tinha ficado. Super simpáticos, até me deram pequeno almoço.

 

Sábado

 

15 horas de autocarro de volta a casa. Dormi.

 

tags:
publicado por marttokas às 22:02 | link do post | comentar

pesquisar neste blog

 

Novembro 2013

D
S
T
Q
Q
S
S
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
26
27
28
29
30

arquivos

tags

links