As Senhoras Viajam - Caracas, Porto Alegre e Rio de Janeiro

Caracas. Eu tenho uma paixão por países que estão num ponto de mudança, e a Venezuela não foi excepção. Adorei e, no pouco tempo que lá estive, tentei absorver o máximo que pude. Experimentei comidas diferentes, tentei falar a língua local, bebi batidos (sumos de fruta congelada) de todos dos sabores possíveis. Fui surpreendida pela existência de arranha-céus super modernos e pelo contraste entre estes e as barracas. Para ter a experiencia completa, num dos dias houve troca de insultos e pedras entre as duas facções politicas, mesmo perto do hotel.

 

 

Em Porto Alegre dormi uma noite, mas não deu para conhecer a cidade. Assim que acordei fiz 400km em direcção a sul, no meio de planícies intermináveis, pastagem de bois e pinhais. Quando cheguei ao meu destino São José do Norte, fiquei na única estalagem da terra, que até tinha internet e onde fui recebida com toda a simpatia. À volta fiz um desvio e passei por uma praia enorme e plana.

 

 

Rio de Janeiro, a cidade maravilhosa. Tive a melhor aterragem de sempre, de noite com a cidade toda iluminada. Enquanto cidade não foi das mais bonitas/encantadoras que eu conheci, mas também tive azar e apanhei um dia de chuva e neblina. A nível de paisagem natural encontrei os locais mais bonitos que alguma vez vi em toda a minha vida. Daqueles sítios que é possível contemplar horas em silêncio. Mandei um mergulho em Copacabana a meio da noite, bebi uma caipirinha e àgua de coco, fui correr no calçadão e passeei pela barra da Tijuca. Não deu para ir ao Pão de Açúcar e ao Cristo Rei por causa da neblina e da chuva, mas fica para a próxima.

 

Foram 9 dias intensos, onde andei imensas horas de avião (aproximadamente 42) e conheci realidades completamente diferentes. As fotos entre os vários sitos são parecidas, mas isso é porque fotografo aquilo que me chama mais a atenção e porque a minha máquina tem as suas limitações.
Acreditem ou não, mas só levei uma mala de mão.
tags:
publicado por marttokas às 16:22 | link do post | comentar