Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


26
Jan17

Cápsula

"Conserve your mental power by making easily reversible decisions as quickly as possible and aggressively planning recurring actions so you can execute simple tasks on autopilot. I know what I am wearing to work and eating for breakfast each day next week. Do you?" Tucker Hughes

 http://www.businessinsider.com.au/avoid-decision-fatigue-2016-6

 

Há dias li um artigo sobre como o Mark Zuckerberg usa sempre a mesma roupa, estilo desenho animado. Eu gostei da ideia. Parece-me uma excelente forma de poupar tempo e espaço mental. No entanto, acho que a sociedade não esta pronta para ver pessoas sempre vestidas da mesma maneira. No meu dia a dia, esta técnica iria levantar sérias questões sobre os meus hábitos de higiene e acho que ao fim de algum tempo iria aborrecer-me.

 

Um conceito mais bem aceite pela sociedade, e que mantém o mesmo espírito da poupança de tempo e de espaço mental, mas permitindo mais variedade, é o capsule wardrobe. Uma cápsula é essencialmente, um guarda roupa intencional, com um número reduzido de peças, que combinam entre si e se ajustam à realidade do dia a dia.

 

Decidi aplicar este conceito à minha roupa para o trabalho. O objetivo é ser mais rápida a despachar-me pela manhã e prestar mais atenção ao meu estilo. Para mim é importante vestir-me igual a mim própria. Quando isto acontece há um efeito imediato no meu estado de espírito e na forma como enfrento a vida. Sinto me bem. No topo do mundo.

 

Algumas considerações:

  • Roupa adequada ao tempo em Lisboa, de Janeiro a Março
  • Confortável
  • Semi-Formal
  • Cores: branco, preto, cinzento, azul e vermelho
  • Uma semana de trabalho tem 5 dias

 

Aqui está o meu guarda roupa idealizado:

Captura de ecrã 2017-01-26, às 21.33.29.png

  

No total são 17 peças, não incluindo camisolas interiores, lenços e casacos. A negrito estão as peças que ainda quero comprar para completar a minha  cápsula, nos parágrafos a baixo falo um pouco de cada uma delas.

 

Camisa. Quero comprar uma camisa que não seja branca. Lembrei-me que flanela talvez seja um bom material, se conseguir encontrar uma que não tenha padrão de lenhador (sugestões?). Ou então uma camisa às riscas azuis e brancas, com bordados, como se vê nas lojas.

 

Camisola de Malha. Quero uma camisola vermelha, de decote em V, leve e de bons materiais. Penso que lã de merino seja uma boa solução. Queria que fosse de uma marca portuguesa. Têm sugestões?

 

Calças cinzentas. Este ano estou com uma dificuldade particular em comprar calças. Acho que todos os modelos são pelo tornozelo o que, na minha estatura, resulta quase em corsários. Tenho de dar uma vista de olhos pelos saldos a ver se encontro algo.

 

Sapatos. Não tenho falta de sapatos. Tenho umas sabrinas e uns loafers ambos pretos e umas sapatilhas vermelhas. Todos de verão e todos me deixam os pés gelados. Se encontrar alguns sapatos rasos que me satisfaçam compro, senão uso mais vezes botas.

 

Vestidos. Gostos de vestidos. Em vez de ter de pensar em duas peças de roupa só tenho de pensar numa. Estou à procura de algo para o inverno, de manga comprida e de tecido que não seja demasiado fino.

 

É isto. Pode ser que com o guarda fatos assim organizado poupe tempo e ganhe mais motivação para me vestir.

 

Se alguma alma penada ler isto e deixar um comentário faço um post com fotos. 

 

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Apresento-vos o meu armário, ocupa uma parede inteira, do chão até ao tecto. As portas são brancas com puxadores de metal e por dentro é todo em madeira. Além de roupa guardo livros, mochilas, equipamento para acampar, apontamentos da escola, etc. Tem tanto espaço que nunca o consegui encher completamente. Periodicamente, talvez uma vez por ano livro-me da tralha que se vai acumulando. O post de hoje é sobre a aventura de destralhar e organizar de maneira diferente o meu armário. Wish me luck.

 

 

Comecei por uma ponta (é o que eu faço sempre que tenho uma grande tarefa em mãos), neste caso pelo canto superior direito. Foi simples, tirei as caixas para baixo (uma com a colecção completa do “Clube das Chaves”, uma com os meus livros de miúda, uma com quadros antigos e uma de cartas Magic), limpei tudo e voltei a colocar tudo no local. De seguida limpei a prateleira vazia onde costumo guardar os cobertores e edredons. Fácil, o pior ainda estava para vir.

 

Anteriormente tinha a roupa separada por inverno/verão, mas como acabava por usar roupa de um lado e de outro, todo ano, decidi mudar o meu paradigma de organização. Agora vou passar a ter a roupa a roupa de Senhora de um lado e as outras coisas do outro. Acho que o armário vai passar a reflectir melhor esta nova fase da minha vida e simplificar a tarefa de me vestir pela manhã.

 

Tirei a roupa toda para fora, separei-a em diversas categorias, esvaziei as gavetas, limpei tudo e recomecei a encher.

A primeira coisa a entrar foram cabides de madeira, gosto mesmo deles, acho que a roupa fica com melhor aspecto quando está pendurada em cabides de madeira. Depois calças, camisas e vestidos. Nas gavetas pus camisolas, vestidos quentes e acessórios de inverno, como tenho muitas gavetas consegui separar tudo por estação. Nesta parte do armário guardei também o meu kimono, o fato de Kung Fu e calças de equitação (tudo desportos de que eu gostei muito e que agora não pratico).

 

 

Próxima fase. Foi um bocadinho mais assustadora porque a roupa que estava a mais na fase anterior transitou e amontuou-se deste lado do armário tornando tudo muito mais caótico. Comecei por cima, é aqui que tenho guardados coisas da escola, desde o infantário até ao secundário. Não guardei tudo, credo! Apenas os cadernos mais marcantes, trabalhos, testes onde tive boas notas, os meus livros do intercambio, desenhos que fui fazendo e CD’s. Desta tralha toda apenas vou por para a reciclagem um calendário antigo e as revistas da “Surf Portugal” (guardei apenas a primeira que comprei, num longínquo 2005). Seguinte, como de costume, esvaziar tudo, limpar e voltar a rechear. Primeiro os pijamas, depois t-shirts, vestidos de verão, camisolas de inverno, a farda dos escuteiros, o fato de surf (tenho curiosidade em ver se caibo lá dentro, mas também tenho um bocadinho de medo de experimentar), e mesa de cabeceira.

 

 

Next. Deste lado do armário é onde guardo mais uns quantos livros, os casacos, mochilas e sacos diversos, loiças e coisas do enxoval, etc. Já foi tudo reduzido ao mínimo portanto foi basicamente limpar e voltar a por no sitio. (foto assim que o meu portátil voltar a funcionar)

 

E pronto, agora tenho o quarto num caos mas o armário está perfeitamente arrumado e limpo.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2016
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2015
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2014
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2013
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2012
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2011
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2010
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ