Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]


Nome

Ácido salicílico aka Beta-Hidroxiácido aka BHA aka C7H6O3

 

Idade

Conhecido desde 400 aC, mas apenas foi isolado em 1827.

 

Descrição

O acido salicílico é um esfoliante químico amplamente usado em cosmética e particularmente recomendado para pele acneica. É conhecido pela capacidade penetrar nos poros e pelas propriedades anti-bacterianas, anti-inflamatórias e pelo efeito regulador de sebo.

Acido SAlidico Nu (1).png

 

O produto

Salicycilic Acid 2% - The Ordinary (5.30 €)

 

Ingredientes

Aqua (Water), Hamamelis Virginiana Leaf Water, Cocamidopropyl Dimethylamine, Salicylic Acid, Dimethyl Isosorbide, Trisodium Ethylenediamine Disuccinate, Citric Acid, Polysorbate 20, Hydroxyethylcellulose, Ethoxydiglycol, Potassium Sorbate, Sodium Benzoate, 1,2-hexanediol, Caprylyl Glycol.

 

A minha experiência 

Toda entusiasmada com a minha nova aquisição decidi começar a usar acido salicílico todos os dias, da mesma forma que as bloggers de skincare fazem. Não notei nenhum efeito imediatamente depois da aplicação, ou seja, nada de ardores, picadas, ou alguma sensação de desconforto.

 

Dois ou três dias nesta rotina e comecei a sentir a minha pele a reagir de forma estranha. Principalmente sensibilidade às mudanças de temperatura, sempre que entrava numa sala mais quente ficava com a impressão de estar completamente vermelha. Parei de usar o ácido imediatamente e voltei à minha rotina de base (gel limpeza + agua termal + creme hidratante).

 

Percebi que não estava a usar o produto na forma mais correta e decidi educar-me. Aqui está a minha nova rotina:

 

  • Começar a utilização de forma faseada, dando tempo à pele para se habituar aos novos produtos

                           Semana 1: Uma vez (Domingo)

                           Semana 2: Duas vezes (Domingo & Quinta)

                           Semana 3: Duas vezes (Domingo & Quinta)

                           Semana 4: Três vezes (Domingo & Terça & Quinta)

                           Semana 5: reavaliar

  • Nos dias em que uso ácido salicílico é durante a minha rotina de noite, logo após o gel de limpeza.
  • Aplico 2 gotas uma de cada lado da zona do maxilar/queixo. Espalho pela cara usando pancadinhas e evitando toda a zona dos olhos
  • Eu sei que devia usar protetor, mas é Inverno e só vejo o sol durante 15 minutos, nos dias em que tenho sorte, portanto prefiro apanhar um bocadinho de vitamina D 

 

Produtos alternativos

Autoria e outros dados (tags, etc)

Ultimamente o meu acne anda-me a incomodar. Incomoda-me porque tenho 26 anos, e exceto em alguns períodos de tempo bastante reduzidos, já vivo há 14 anos com borbulhas na cara.

 

Mais uma vez decidi atacar o problema. Eu sei que o meu acne é principalmente hormonal e está relacionado com o Síndrome de Ovário Polícistico. Além disto, reparei que durante as minhas férias em Cuba, não tive nenhuma borbulha ativa. Porquê? Houve 3 diferenças principais em relação ao meu estilo de vida normal: andei a usar um creme de rosto novo; não comi nenhum lacticínio (o leite não é abundante em Cuba) e como estava de férias o meu nível de stress foi zero.

 

Penso que o acne não é apenas uma questão cutânea, mas sim um resultado de processos dentro do organismo. A única solução eficaz de longo termo é tratar a origem do problema e não apenas usar cremes que tratam os sintomas. Assim, estive a fazer pesquisa de como posso controlar o que parecem ser os principais originadores do meu acne: hormonas, lacticínios e stress.

 

Hormonas

Um dos períodos sem acne foi enquanto tomava a pílula. Foi a primeira confirmação que o meu acne está relacionado com questões hormonais. Isto foi reforçado quando o meu ginecologista me diagnosticou com PCOS, uma das características desta condição é o excesso de hormonas andrógenas e acne [1].

 

Como não quero tomar a pílula, fazer terapias hormonais ou tomar medicamentos estive à procura de alternativas "naturais". Parece que a suplementação de myo-inositol melhora as alterações hormonais relacionadas com o PCOS. A dose recomendada é de 2 a 4 gr por dia [2]

 

Parece também que o PCOS também está associado a uma maior resistência à insulina. Dietas baixas em hidratos de carbono e cetogénicas podem diminuir a insulina em jejum e diminuir a quantidade de testosterona livre [3].

 

Lacticínios

Já me tinha apercebido mais vezes da conexão entre lacticínios e borbulhas horrorosas. Enquanto estive na China e comia iogurte quase todos os dias o meu acne estava anormalmente mau (a poluição também teve culpa). Só fiquei totalmente convencida anos depois, no dia em que só comi pão com queijo ao almoço e notei um agravamento da situação da minha pele (= borbulhas horrorosas) quase imediato. Pesquisei um pouco e isto foi o que encontrei:

 

  • Os leite (principalmente o de vaca) estimula a produção de insulina e eleva os níveis de IGF-1 no sangue o que, por sua vez, estimula a produção de sebo [4]
  • O leite tem hormonas andrógenas que pode levar ao aparecimento acne [5]

 

Neste caso a única solução é não consumir lacticínios. Nada de iogurtes, queijo, natas, leite, gelados e sobremesas que usem produtos lácteos como ingredientes.

 

Stress

Nunca achei que o stress influenciasse o estado da minha pele. Também, nunca experimentei verdadeiramente stress até ao ano passado. Por enquanto esta questão está totalmente resolvida com a minha falta de emprego. Já neste post tinha abordado que o stress pode impactar o acne, mas aqui está mais uma referencia:

 

  • O stress pode influenciar a regulação do feedback nas glândulas sebáceas, induzindo o desenvolvimento de inflamação [6].

 

Quando os meus níveis de stress aumentarem sei que o exercício e a meditação me ajudam a relaxar. Também parece que um suplemento de L-Lysine tem um efeito ansiolítico, pode aliviar o stress mental e ajuda na formação de colagénio, essencial para uma pele bonita [7]. Pode haver mais suplementos/mudanças de estilo de vida que possam ter impactos significativos sobre o stress e acne, mas eu não pesquisei o assunto com maior profundidade. 

 

Plano de ação:

Comecei por implementar o mais fácil. Mentalizei-me e eliminei por completo os lacticínios da minha alimentação. Desde Setembro, e até ao Natal, tenho evitado por completo queijos deliciosos, manteiga, iogurtes (que substituí por iogurtes de soja), etc. O mais difícil é evitar lacticínios misturados em sobremesas e comidas preparadas. No outro estive a enfardar húmus, e quando li a lista de ingredientes vi que tinha leite na composição. Claro que umas horas depois tinha uma borbulha na bochecha esquerda. Desde que deixei os lacticínios, a comida de que tenho mais saudades é pizza, pizza cheia de queijo a derreter.

 

 

Não tenho qualquer formação na área de saúde. Todas as informações presentes neste artigo vêm das fontes acima. Podem haver erros de tradução. Falem com o vosso medico/dermatologista antes de iniciarem qualquer tipo de tratamento para o acne. Escrevo por recreação, declino qualquer tipo de responsabilidade pelo uso da informação aqui presente.

 

[1] BUNKER, C.B., NEWTON, J. A., KILBORN, J., PATEL, A., CONWAY, G.S., JACOBS, H.S., GREAVES, M.W. and DOWD, P. M. 1989.  Most women with acne have polycystic ovaries.

[2] Costantino, D., et al. "Metabolic and hormonal effects of myo-inositol in women with polycystic ovary syndrome: a double-blind trial." Eur Rev Med Pharmacol Sci 13.2 (2009): 105-110.

[3] Mavropoulos, John C., et al. "The effects of a low-carbohydrate, ketogenic diet on the polycystic ovary syndrome: a pilot study." Nutrition & metabolism 2.1 (2005): 35.

[4] Melnik, B.C. and Schmitz, G., 2009. Role of insulin, insulin-like growth factor-1, hyperglycaemic food and milk consumption in the pathogenesis of acne vulgaris.

[5] Bowe, W., Patel, N., & Logan, A. 2014). Acne vulgaris, probiotics and the gut-brain-skin axis: from anecdote to translational medicine. 

[6] Zouboulis ChC. 2004.  Neuroendocrine regulation of sebocytes – a pathogenetic link between stress and acne.

[7] Singh, Meenu et al. 2011 Medicinal Uses of L-Lysine: Past and Future.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Caso não se tenham apercebido quem (pouco frequentemente) escreve este blog é uma pessoa. Uma pessoa que tem um corpo, que está coberto de pele. Esta pele, por sua vez esta coberta de pelos, roupa e nalgumas zonas especificas borbulhas. 

 

Hoje vou falar da questão das borbulhas, mais cientificamente conhecidas como acne. Ao que parece há varias causas para o acne:

- Excesso de produção de sebo;

- Bactérias (mais especificamente propionibacteria);

- Stress oxidativo e radicais livres;

- Ductal cornification, free fatty acids e linoleic acid deficiency (se alguém me conseguir traduzir e explicar isto agradeço).

 

Explicando o excesso de produção de sebo. As glândulas sebáceas são receptores de hormonas androgenos (tal como a testosterona). Estas hormonas estimulam a produção de sebo e o excesso de sebo provoca acne. Isto explica o porquê do meu acne se agravar antes de ter o período (a ciência diz que é durante a fase lútea). Stress e dietas que induzam hyperinsulinaemia também podem ter um impacto no acne pela via hormonal. 

 

Normalmente o tratamento do acne é feito com substancias anti-comedogenicas, anti-inflamatórias e anti-microbianas. 

 

- Retinoides

Os retinoides são um composto químico derivado da vitamina A. Para o tratamento de acne utiliza-se Isotretinoin por via oral que reduz o tamanho das glândulas sebáceas ate 90%. Esta classe de medicamentos tem sérios efeitos secundários, deve ser sempre um medico a prescreve-los. 

 

- Hormonas

Pílulas contraceptivas com uma concentração extremamente baixa de androgenic progestin ou com uma dose de 2 mg de cyproterone acetate devem ser usadas. 

 

- Substancias anti-microbianas

Para aplicação tópica são usados erythromycin, gentamycin, tetracyclineclindamycin (são tipos diferentes de antibióticos). Para evitar o risco de resistência antibiótica devem estar combinados com benzoyl peroxide. O tratamento deve ter a duração o menor possível, com um mínimo de 3 meses para aplicações tópicas. 

 

Curiosidades:

- só os humanos têm acne

- normalmente resolve-se sozinho

- não é contagioso

- esta já é a quarta entrada sobre acne neste blog

 

Jappe, U. (2003). Pathological mechanisms of acne with special emphasis on Propionibacterium acnes and related therapy. Acta Dermato-Venereologica, 83(4), 241–248.

Lucky, Anne (2004). Quantitative documentation of a premenstrual flare of facial acne in adult woman. Arch Dermatol. 2004;140(4):423-424. doi:10.1001/archderm.140.4.423.

"Androgen." Wikipedia. Web. 20 July 2015. <https://en.wikipedia.org/wiki/Androgen>.

"Retinoid." Wikipedia. Web. 20 July 2015. <https://en.wikipedia.org/wiki/Retinoid>

"Hyperinsulinemia."Wikipedia. Web. 20 July 2015. <https://en.wikipedia.org/wiki/Hyperinsulinemia>

 

Não tenho qualquer formação na área de saúde. Todas as informações presentes neste artigo vêm das fontes acima. Podem haver erros de tradução. Falem com o vosso medico/dermatologista antes de iniciarem qualquer tipo de tratamento para o acne. Escrevo por recreação, declino qualquer tipo de responsabilidade pelo uso da informação aqui presente. 

Autoria e outros dados (tags, etc)

Esta é a minha resolução desde que tenho 12 anos. Quem tem acne percebe o meu sofrimento e, apesar de ter havido alguns anos melhores, volta e meia nasce-me uma borbulha. Ou então são pontos negros. Ou pontos brancos. Ou poros dilatados. Ou então uso um cobertor sarnento a fazer de almofada e a minha cara entra em erupção - foi uma lição para a vida, nunca mais! Mas estou confiante de que:

 

2014 vai ser o ano em vou ter uma pele perfeita.

 

Depois de várias experiencias aqui vai a formula que resulta para mim:

 

1. Tomar a pílula

2. Evitar fritos

3. Utilizar cremes de farmácia (escolhido: Uriage Hyséac K)

4. Lavar a capa da almofada sempre que puser roupa a lavar (é o máximo de frequência de trocas que posso prometer a mim mesma)

5. Fazer uma máscara ao Domingo

6. Deixar o tempo fazer efeito

 

PS. Comprei meu primeiro creme de olhos. É da Nuxe e é para as primeiras rugas.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Como o meu acne está outra vez fora de controle decidi tirar algum tempo para tratar da minha pele. Comecei por fazer uma sauna para abrir todos os poros e expulsar as toxinas acumuladas. Depois de tomar banho cobri a cara com um gel que supostamente actua como um peeling muito levezinho e que remove as camadas mais superficiais da pele. No fundo funciona como uma esfoliação química fora de validade. Depois de deixar actuar durante uns largos minutos (a pele não me ficou a arder portanto é um bom sinal) passei a face com água morna e sequei-a. De seguida apliquei uma máscara calmante de papaia (também fora de validade), teve o efeito imediato de refrescar e acalmar a minha pele. Lavei com água morna, e depois passei a cara com água fria para fechar os poros. Por fim apliquei uma generosa camada de creme hidratante (este está dentro da validade, abri-o há um mês). Resultado a minha pele parece muito melhor.

 

O meu conselho para quem faz máscaras, ou qualquer outro tratamento á pele é faze-lo à noite. Assim, a pele tem muito melhor aspecto devido à falta de luz e, como a seguir vamos dormir, pele tem tempo para regenerar.

 

Objectivo para a semana: Marcar consulta num dermatologista.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Uma das coisas que me limita mais no caminho para ser Senhora é a minha pele. Desde antes da adolescência que tenho acne. Um acne horroroso, principalmente nas bochechas, com borbulhas de cabeça amarela, pontos negros, pontos brancos e cicatrizes vermelhas. Entretanto, à medida que fui crescendo o meu acne desapareceu (excepto as cicatrizes) principalmente graças à pílula e aos cremes da Vichy.

 

Andava eu perfeitamente convencida de que o meu problema estava resolvido e que agora podia dedicar-me a tentar ser normal quando, a meio do verão, tive de novo um ataque de borbulhas. Na altura desvalorizei e pensei que fosse da alimentação ou do pó. Entretanto já estamos em Novembro e a minha pele ainda não voltou ao sitio. Decidi-me a contra atacar. Além de manter a pílula, comecei a comer mais saudavelmente (falo disso num próximo post) e voltei a usar os cremes que me trataram do problema na altura. Estes:

 

 

São maravilhosos, estou a usar há meia dúzia de dias e já sinto efeitos. A minha pele está mais suave e não me têm aparecido tantas nova borbulhas. Tenho andado a usa-los de manhã e à noite todos os dias.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tenho as pernas que parecem de uma macaca, umas unhas que parecem garras e a cara com uma pele tão lisa como a lua. Há uns meses atrás podia pensar que não havia remédio, mas agora que sou (quase) uma Senhora tenho ao meu dispor uma série de ferramentas que me ajudam a lidar com situações como esta e a voltar à costumeira perfeição.

 

Comecei por beber uma chávena de chá drenante. Duvido que tenha algum efeito mas assim sinto-me mais Senhora. É um bom principio.
Rosto: Uma vez que não tenho esfoliante para rosto decidi fazer um caseiro. Misturei o meu habitual gel de limpeza com açúcar louro (é mais suave que o branco ou o sal) e espalhei pelo rosto, com gestos circulares insistindo nas zonas com maiores imperfeições. Como dá para ver já li muitas instruções de produtos de limpeza. Depois espalhei uma mascara calmante pelo rosto e deixei actuar (tenho mesmo de começar a usar esta mascara mais vezes porque já está prazada às uns anos). Como é obvio deixei um espaço saudável em volta dos olhos sem máscara. Retirei completamente todos os resíduos de máscara com água tépida e depois sequei o rosto com suaves pancadinhas. Para finalizar cobri o rosto com uma generosa camada de creme hidratante. Como pus o creme demasiado perto dos olhos estou a chorar.
Pêlos: São uma coisa que me atromenta. Provavelmente é aquilo com que tenho mais complexos em relação ao meu corpo, mas pelo menos (reparem no pun) é um problema fácil de remediar. Estou muito agradecida à minha avó que me ofereceu uma maquina de depilação. Assim já não preciso de deixar o pêlo crescer para depois ir à esteticista e consigo andar sempre com a depilação em dia.
Unhas: Cortei-as bem curtinhas por causa do treino e segui o processo descrito aqui. No final pintei de vermelho - o único verniz decente que tenho. Agora tenho umas adoráveis mãos de Senhora, especialmente se vistas ao longe por alguém míope.
Nada como uma deliciosa aventura no mundo das Senhoras para me sentir melhor comigo própria e mais mulher. Afinal, uns miminhos nunca fizeram mal a ninguém.

Autoria e outros dados (tags, etc)

Os BB creams foram a melhor invenção para quem tenta ser (ou é) Senhora e não tem tempo ou não quer usar base diariamente, mas quer ter uma pele de aspecto perfeito. Além de darem um toque de cor, têm protecção solar e uma série de outras coisas boas que não interessam realmente.

 

Eu na minha aventura para ser Senhora e, influenciada por blogs de beleza espalhados pela blogosfera, em Fevereiro passado comprei o BB Cream Aperfeiçoador Sublime da Garnier. Gostei. Disfarça-me os pontos negros e as manchas, no entanto, é demasiado oleoso para o meu tipo de pele e tenho sempre de o usar com pó compacto. Esta embalagem chegou ao fim, até já a cortei para poder aproveitar mesmo todos os bocadinhos, mas mesmo assim vou ter de comprar um BB Cream novo até ao final da semana. Estive a fazer uma pesquisa (mais ou menos) exaustiva de todos os BB Creams disponíveis em Portugal e o resultado é este.

 

Como dá para ver pelos preços os meus rendimentos ainda não dão para comprar produtos de Senhora caros. O BB Cream da L'oreal e da Kiko parecem-me com pouca cobertura para o meu tipo de pele, o da Garnier (normal) deixa-me a pele oleosa e o da Well's é desconhecido da blogosfera. Concluindo, estou inclinada para comprar o Garnier Oil Free.

Autoria e outros dados (tags, etc)


Pesquisar

Pesquisar no Blog

Arquivo

  1. 2017
  2. JAN
  3. FEV
  4. MAR
  5. ABR
  6. MAI
  7. JUN
  8. JUL
  9. AGO
  10. SET
  11. OUT
  12. NOV
  13. DEZ
  14. 2016
  15. JAN
  16. FEV
  17. MAR
  18. ABR
  19. MAI
  20. JUN
  21. JUL
  22. AGO
  23. SET
  24. OUT
  25. NOV
  26. DEZ
  27. 2015
  28. JAN
  29. FEV
  30. MAR
  31. ABR
  32. MAI
  33. JUN
  34. JUL
  35. AGO
  36. SET
  37. OUT
  38. NOV
  39. DEZ
  40. 2014
  41. JAN
  42. FEV
  43. MAR
  44. ABR
  45. MAI
  46. JUN
  47. JUL
  48. AGO
  49. SET
  50. OUT
  51. NOV
  52. DEZ
  53. 2013
  54. JAN
  55. FEV
  56. MAR
  57. ABR
  58. MAI
  59. JUN
  60. JUL
  61. AGO
  62. SET
  63. OUT
  64. NOV
  65. DEZ
  66. 2012
  67. JAN
  68. FEV
  69. MAR
  70. ABR
  71. MAI
  72. JUN
  73. JUL
  74. AGO
  75. SET
  76. OUT
  77. NOV
  78. DEZ
  79. 2011
  80. JAN
  81. FEV
  82. MAR
  83. ABR
  84. MAI
  85. JUN
  86. JUL
  87. AGO
  88. SET
  89. OUT
  90. NOV
  91. DEZ
  92. 2010
  93. JAN
  94. FEV
  95. MAR
  96. ABR
  97. MAI
  98. JUN
  99. JUL
  100. AGO
  101. SET
  102. OUT
  103. NOV
  104. DEZ