Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Whislist para quando for mais rica

13.05.18, marttokas

Do you ask what is the proper limit to wealth? It is, first, to have what is necessary, and, second, to have what is enough. - Seneca

 

Estou cansada de ser pobre. Na verdade, de um ponto de vista objetivo não me falta nada. Tenho comida e teto, viajo com frequência e consigo poupar. Mesmo assim, às vezes o meu espirito consumista vem ao de cima e sinto um impulso quase irresistível de comprar coisas. Apenas o meu saldo bancário me previne de o fazer, deixando-me com o sentimento de pobreza acima mencionado.

 

Para tentar exorcizar esta vontade de comprar coisas que não são essenciais ou necessárias, decidi fazer uma lista de tudo o quero:

 

  1. Um Kobo

Daylight_pairing_960x960_434c009f-281c-46fb-a3bc-d

Já fazia parte da minha wishlist de Natal, e é algo que vou certamente comprar no futuro. Penso que assim que receber o primeiro ordenado do de um emprego sério o vou comprar. 

 

  1. Uma mochila de jeito – Osprey Fairview

fairview_40_side_rainforest_green_1.jpg

Eu gosto de viajar de mochila às costas. É mais pratico para subir e descer escadas e é versátil, tanto dá para ficar num hotel, como para fazer campismo ou andar à boleia. As mochilas têm dois grandes inconvenientes, é preciso tirar tudo o que está lá dentro para encontrar as coisas que estão no fundo e as alças ficaram facilmente presas a objetos estranhos quando a mochila não esta nas costas.  Depois de uma pesquisa intensa, encontrei o que me parece ser a mochila perfeita. Abre completamente, estilo troley, as alças podem-se esconder, tem um cinto (muito importante para quando ando com a mochila carregada). Apesar de ser cara tem ar de que vai durar para sempre.

 

  1. Um relógio

Vou compra-lo para celebrar um evento especial que ainda não chegou. Não o partilho o modelo convosco porque é uma edição limitada, e não quero que os exemplares esgotem antes da tal ocasião chegar.

 

  1. Roupa acima do meu orçamento

Presentation1.jpg

 

Quero um Bomber Original porque são altamente cool, e uma meias da Mosaert porque o resto da roupa da marca é excessivamente cara, até para uma lista de desejos. Quero uma mala preta como esta que vi em Malmö e cuecas do período que pedi no Natal.

 

  1. Coisas para a casa

Uma panela de pressão para cozer feijões e almofadas de jeito, fofinhas e que não fiquem com a espessura de um crepe depois de um mês de uso. 

 

  1. Patreon

Leio com regularidade duas bandas desenhadas online, e gostava de começar a suportar os seus criadores

 

  1. Uma sessão fotográfica em pelota

Este desejo não está apenas limitado pela minha conta bancaria, mas também pela minha forma física. Se é para retratar para a eternidade a juventude dos meus 20-e-vários anos o melhor é que seja um retrato magro e musculado.

 

Como no Natal publiquei uma lista de desejos e consegui 66% das coisas que queria, pode ser que esta lista também funcione. Pelo menos espero que sirva para me manter focada, e que, quando os meus rendimentos aumentarem continue focada e não gaste dinheiro em coisas inúteis.

As Senhoras são Milionárias - Reunião Monetária

04.05.18, marttokas

Hoje trago-vos um post curto sobre um hábito que implementei nestes últimos meses. Chamo-lhe reunião monetária, e é simplesmente um momento entre mim e as minhas contas bancárias.

 

No final do mês, assim que recebo o meu salário, sento-me num local calmo e faço o seguinte:

  1. Registo o meu salário no Toshl
  2. Ainda no Toshl, olho para as despesas do mês e analiso as diferentes rubricas, faço um controlo do montante que gastei em comida e em experiências de vida.
  3. Preparo um ficheiro Excel onde aponto o meu salário, as despesas regulares, o saldo que tenho de pagar do cartão de crédito, e despesas extraordinárias do mês em questão (idas ao medico, viagens, desporto, prendas, etc). No final fico com uma ideia do que vou gastar e consigo decidir que montante poupar.
  4. Entro na minha conta bancaria e faço o seguinte:

     - Pago a mim própria*

     - Pago todas as contas que não estão em debito direto (no meu caso é apenas a renda)

     - Pago o saldo do cartão de credito

  1. Olho para a minha conta bancária e fico deprimida com o que resta para o resto do mês

 

(*) Pagar a mim própria primeiro

Isto significa que eu sou a pessoa mais importante. De todas as despesas que faço, de todas as contas que tenho de pagar o compromisso mais importante é para comigo mesma. Isto significa que o primeiro pagamento que faço no mês é para a minha conta poupança. Mesmo que seja apenas um pequeno montante, sei que ao pagar a mim mesma primeiro dei mais um passo de encontro à independência financeira.