Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Os meus cabelos precisam de ajuda

21.09.18, marttokas

Enquanto era estagiária, a minha rotina de cabelo consistia em “pré-tratamento-caseiro” + champô sem SLS + amaciador sem silicones.

 

O “pré-tratamento-caseiro”, nunca teve uma aplicação muito regular. Fazia quando me lembrava e me apetecia, nas vésperas dos dias em que sabia que ia mesmo lavar o cabelo. Os ingredientes foram baratos, são “naturais” e qualquer um pode fazer estas mezinhas em casa.

 

Hidratação = glicerina + aloé vera + água

Em relação à hidratação, a minha receita é uma mistura caseira de glicerina com aloé vera. A ideia surgiu-me quando vi um frasquinho de glicerina à venda no Celeiro. Pesquisei um pouco e percebi que a glicerina funciona como  higroscópico - se o ambiente for húmido a glicerina vai absorver água para dentro do cabelo, se o ambiente for seco vai retirar água. Além da glicerina uso um outro ingrediente com funções hidratantes, barato e fácil de encontrar, o aloé vera. Ponho um pouco de glicerina, um pouco de aloé vera, água num pulverizador e agito bem. Depois é só borrifar o cabelo. Se não uso a mistura toda de uma vez, guardo o frasco no frigorífico.

 

Esta mistela funciona bem no verão/ primavera mas nos meses frios os ambientes onde vivo são aquecidos e a glicerina passa a ter o efeito oposto do desejado.

 

Nutrição = óleo de rícino + óleo de amêndoas doces

Em relação à nutrição faço uma umectação. Utilizo óleo de ricínio (extremamente viscoso e denso) misturado com um óleo mais leve de amêndoas doces. Penso que azeite ou óleo de coco possam ter um efeito semelhante ao óleo de amêndoas doces, mas com um cheiro mais ativo. Normalmente empasto o cabelo com esta mistura antes de me deitar, e lavo o cabelo na manhã seguinte.

 

O resultado destes tratamentos caseiros é que o meu cabelo não esta mau, mas também não esta bom. Está como de costume.

 

Decidi que estava hora de fazer alguma coisa em relação aos meus cabelos (assunto já abordado de forma extensa neste blog), principalmente depois de descobri que há quem me chame de “cabelo de esfregona”. Na minha última ida ao supermercado, e talvez devido a um raciocínio afetado pelo cansaço, decidi voltar a um verdadeiro cronograma capilar e comprar as coisas necessárias. Sai do supermercado com um champô novo, um creme de hidratação, duas máscaras, uma de nutrição e outra de reparação, e um amaciador sem silicones e bio (vou incluir uma foto de todos os produtos assim que voltar para casa).

 

20181001_200811 (1).jpg

 

 

Estou a pensar fazer o cronograma capilar seguinte => 2x hidratação, 2x nutrição, 1x reparação

 

Perguntas para pessoas entendias: 

  1. O que acham da organização do meu cronograma?
  2. Os produtos que comprei chegam ou falta alguma coisa?
  3. Ponho amaciador antes ou depois da mascara?
  4. Tenho um acido hialurónico que não gosto de por na pele. Vale a pena mistura-lo com o creme de hidratação?
  5. O vinagre de cidra tem que efeito no cabelo?
  6. Que blogs posso ler para aprender sobre cabelos?

As Senhoras Viajam - Estraburgo

10.09.18, marttokas

Sexta à noite, prevendo um fim de semana corriqueiro cheio de sestas e preguiça, perguntei ao Momé se ele queria ir a Estrasburgo. Apesar de ser relativamente perto de onde eu vivo, e de querer visitar Estrasburgo à algum tempo, ainda não tinha tido oportunidade conhecer a cidade. Dito e feito, em 10 minutos reservámos bilhetes de comboio, um Airbnb e partimos na manhã seguinte. 

 Tirei uma foto e já vão com sorte. 

IMG_2443.JPG

Como não podia faltar, aproveitamos para ir às compras, já que não há lojas na terra onde vivemos. Comprei esta t-shirt branca da Uniqlo para a minha cápsula roupa-de-trabalho-de-verão e senti-me a pessoa mais cool do todo o escritório quando a vesti.

 goods_01_408905.jpeg

Ficámos também muito interessados nesta camisola da Sandro. Tanto que estamos a pensar poupar e comprar a camisola a meias, num tamanho que sirva a mim e ao Momé.

Sandro_S2777W-44_V_5.jpg

 

Além de compras e de passear ao acaso, fizemos uma visita guiada "gratuita" pelos principais pontos turísticos e ficámos a conhecer e a história & historias da cidade. Esta é uma boa forma de fazer turismo de forma barata, pesquisem por "walking tour" + nome da cidade que estão a visitar e de certeza que encontram uma visita guiada "gratuita". No final é só preciso deixar uma gorjeta ao guia. Eu costumo deixar 5 euros. E vocês, já fizeram este tipo de visita guiada? Qual é o montante que acham apropriado?