Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Miminhos da Criativos & Citizen M

22.02.19, marttokas

Estive de "férias" do outro lado do Atlântico. Não tive tempo de escrever algo consistente, portanto deixo-vos com publicidade.

 

Miminhos Criativos

A minha prima, que é uma pessoa muito prendada, decidiu dar a conhecer ao mundo os seus dotes, e fazer uma página de Facebook com os miminhos que ela faz.

Design sem nome (4).jpg

Confirmo que os bolos são bons. Já comi vários e fiquei sempre satisfeita (e repeti).

 

A coisas são bonitas e feitas com amor & bom gosto. Não há produção em série, cada objeto é único e feito com uma atenção ao detalhe impressionante. Não deixem de visitar a página (e fazer encomendas).

 

Citizen M

O Momé gosta de ficar em hotéis bons. Como os hotéis costumam ser caros e ele queria que ficássemos no Citizen M nos meus anos, perguntou ao hotel se podíamos ter um desconto porque eu sou "blogger". Resultou. Ouviram pessoas com blogs? Ao que parece é possível ter descontos em troca de promessas de divulgação. Aqui está uma rápida review do Citizen M.

 

  1. Cama grande e muito confortável (nem demasiado dura nem demasiado mole). Almofadas fofinhas e toalhões que parece que nos abraçam. Sinceramente apetecia-me levar tudo para casa.
  2. Televisão com muitos canais e abundância de filmes (gratuitos).
  3. Tabet para personalizar o ambiente do quarto - luzes, cortinas, temperatura, musica, etc.
  4. O gel de banho de oferta cheirava bem.
  5. A decoração destaca-se por ser muito diferente da dos hotéis da mesma categoria.

 

Não tirei nenhuma foto, mas podem ir ao site.

Review Bioderma Atoderms SOS Spray

15.02.19, marttokas

Eu gosto muito de me borrifar. Foi um passo não-essencial que entrou na minha rotina há um ano e ainda não saiu. Ao longo do tempo experimentei aerossóis/borrifos/sprays/vaporizadoes minerais (águas termais enriquecidas) e vegetais (água de uvas e de rosas). Desta vez, quando a minha água de rosas chegou ao fim decidi experimentar um terceiro tipo, um borrifo hidratante. 

 

Produto

Bioderma Atoderms SOS Spray

3401528546402_0.png

Ingredientes

AQUA/WATER/EAU, GLYCERIN, DIPROPYLENE GLYCOL, ISOSTEARYL ISOSTEARATE, SUCROSE STEARATE, SQUALANE, MICROCRYSTALLINE CELLULOSE, PENTYLENE GLYCOL, GLYCYRRHETINIC ACID, DISODIUM EDTA, CELLULOSE GUM, D.A.F. (DERMATOLOGICAL ADVANCED FORMULATION), POLYACRYLATE CROSSPOLYMER-6, TAMBOURISSA TRICHOPHYLLA LEAF EXTRACT, TOCOPHEROL, LECITHIN, HELIANTHUS ANNUUS (SUNFLOWER) SEED OIL, NIACINAMIDE, CAMELLIA SINENSIS LEAF EXTRACT, FRUCTOOLIGOSACCHARIDES, CAPRYLIC/CAPRIC TRIGLYCERIDE, LAMINARIA OCHROLEUCA EXTRACT. 

 

Usei este e este site para fazer uma rápida análise dos ingredientes e categorizar cada ingrediente de acordo com as suas funções. Além do necessário para manter uma utilização agradável (controlo de viscosidade), este spray tem bastantes ingredientes hidratantes e emolientes. O destaque vai para a glicerina (que é um umectante) e para o esqualano (que previne a perda de água). De acordo com a Bioderma, outro ingrediente excelente é o D.A.F., um misterioso "composto natural patenteado" que supostamente aumenta a resistência da epiderme às agressões externas.

 

A minha experiência

O Atoderm SOS Spray, não é um spray hidratante. É um spray para quem sofre de pele atópica e com prurido  (vulgo comichões). De acordo com a minha auto análise, a minha pele do rosto não é seca, é desidratada, e na cara nunca tive comichões. É claro que se o produto não é adequado ao tipo de pele, o resultado não vai ser o pretendido. Para mim o Atoderms SOS Spray é demasiado rico e deixa-me a pele ligeiramente oleosa.  Em relação à utilização, eu estava habituada à bruma suave e delicada da água de rosas, e por comparação este é uma mangueira dos bombeiros.

 

Para conseguir gastá-lo, tenho andado a borrifar-me à noite, nos dias em que não utilizo ácido. Ainda bem que comprei o tamanho pequeno de 50ml!

 

Produtos alternativos

Ajudem-me! Eu só encontrei um da Jowaé e outro da Occitane. Vocês conhecem mais alguma bruma hidratante (que não seja preciso mandar vir da internet)?

Como inserir GIFs nos Blogs do Sapo

08.02.19, marttokas

Como sempre que quero inserir um GIF nos meus posts, tenho que pesquizar e carregar em botões aleatórios até ter o que quero, decidi escrever o processo de como inserir GIFs, centrá-los e apagar aquele link manhoso que o GIPHY deixa.

 

1. Econtrar o GIF adequado.

Eu uso a plataforma GIPHY (deve haver outras mas eu não conheço). Vou escrevendo palavras na barra de pesquiza até encontrar alguma coisa adequada. 

Screen Shot 2019-02-08 at 16.57.54.png

2. Clicar no GIF desejado, carregar na opção  <> embebed, e copiar o texto que aparece

Screen Shot 2019-02-08 at 20.25.46.png

Screen Shot 2019-02-08 at 20.29.34.png

3. Colar o texto na parte HTML do editor de posts

Screen Shot 2019-02-08 at 20.32.38.png

Screen Shot 2019-02-08 at 20.36.06.png

O resultado é este GIF alinhado à esquerda. Lindo 

via GIPHY

 

4. Para centrar o GIF é só colar <p style="text-align: center;"> no editor de HTML antes do texto do GIF.

Screen Shot 2019-02-08 at 20.42.19.png

via GIPHY

 

5. Se quiserem que o link para o GIPHY não apareça é só apagar a linha de texto debaixo do GIF

Screen Shot 2019-02-08 at 20.46.44.png

___________________________________________________________________

 

Estive a fazer atualizações a alguns post antigos. No artigo sobre camisolas térmicas, acrescentei sítios onde se podem comprar as camisolas e a minha experiencia ao utilizá-las, na esperança  que o Google me agracie com mais visitas. Também ajustei o tipo de letra num dos meus primeiros artigos "científicos" sobre acne e, tal como tinha escrito, pus a foto da capa do meu bullet journal de 2019. 

 

Ao rever post antigos (2011) encontrei esta pérola: "Escolher uma carteira é como escolher um marido. É algo que deve ser feito com imenso cuidado senão corremos o riscos de ficar presas a algo de que não gostamos, e o pior, é ter de olhar para o nosso erro todos os dias."

Desafio: Não comer fora durante 31 dias

01.02.19, marttokas

Fui educada pelos meus pais que comer fora é para ocasiões especiais e não uma forma de sustento. Esta crença estava tão enraizada que, algures durante a minha licenciatura, quando uma amiga canadiana me perguntou "como comer de forma barata em Lisboa" eu respondi "ir ao supermercado e cozinhar" como se fosse a resposta óbvia e não houvessem mais opções. Nunca me passou pela cabeça que houvesse outra forma de comer. 

 

Depois fui viver para Lyon e, além da variedade de restaurantes, há um serviço em que uns rapazes (ou raparigas) vão de bicicleta pegar comida aos restaurantes e depois entregam em casa. A conveniência, a abundância de €€ e a influência do Momé (que cresceu com um paradigma diferente), levaram a eu comesse fora muito mais vezes. Às vezes por preguiça, porque tinha ingredientes em casa mas não me apetecia cozinhar. Outras vezes, por falta de organização não tinha comida em casa porque não tinha ido às compras. E, admito, às vezes porque tinha mesmo vontade de comer pizza, hamburgers, ou sushi. 

 

Decidi que tinha de mudar. Eu gosto de comer em casa e de comer as coisas que cozinho. É mais económico e mais saudável. Além de que prefiro gastar mais num restaurante decente com menos frequência, que gastar menos dinheiro muitas vezes em fast food. Decidi fazer um desafio.

 

Desafio 

Não comer fora durante 31 dias (o mês de janeiro).   

 

Porquê 

Para perder este mau hábito, gastar menos dinheiro, emagrecer e voltar a acreditar que a comida vem do frigorífico e não do restaurante.  

 

Monitorizar 

Fiz um calendário, colei-o na parede da cozinha e, de cada vez que passei o dia sem comer fora, fiz um traço no calendário.  

20190131_224351.jpg

Estratégia 

Comer sempre o mesmo para o pequeno almoço, um batido substituto de refeição. É só por o pó no shaker, juntar água quando chego ao trabalho e ir bebendo enquanto leio os emails do dia. Assim evito comer as bolachinhas da maquina de vendas automática. 

 

Preparar almoço e os lanches da tarde no inicio da semana (vulgo meal prep). Como tenho pouca paciência e ainda menos força de vontade para cozinhar todos os dias, faço uma dose de comida vegetariana suficiente para 4 ou 5 refeições (a minha preguiça é maior que a vontade de comer coisas diversificadas). Acondiciono tudo em caixas de vidro e guardo no frigorífico do escritório. Também preparo todos os lanches (ovos com tostas ou iogurtes de soja com cereais) e guardo no escritório.  

 

Ter um menu semanal para o jantar e fazer as compras todas de uma vez. O jantar é o momento critico em que é fácil não cumprir o desafio e encomendar qualquer coisa para comer. Mas, se já tiver definido o que vou comer, não vou cair na tentação de comer fora porque já tenho os ingredientes e tenho que os cozinhar. 

 

Resultado & Aprendizagens 

Não correu tão bem quanto esperava. Passei um fim de semana em Londres e aproveitei para comer tudo o que não existe na minha terriola, fui almoçar fora enquanto estive em Portugal (para celebrar um evento especial) e tive 3 dias de preguiça. Resultado, tive um aproveitamento de 77%, mas não vale a pena massacrar-me, o melhor é focar-me nas aprendizagens.  

 

Relembrei-me que o importante é ser organizada. Percebi que os menus semanais funcionam, mas é preciso disciplina. Identifiquei que o meu dia preferido para ir às compras e cozinhar é a segunda feira, mas como treino JJB é difícil conciliar tudo e ir dormir a horas.  

 

Em fevereiro o meu desafio é não ir ao Reddit.