Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

As Aventuras de uma Senhora - Minimalismo

18.06.18, marttokas

6deae4a1a71f7e6a488a0eca6fb4ec62.jpg

Mesmo antes de saber que saber o que era o minimalismo eu já o era. Desde miúda que fazia destralhamentos anuais, que duravam o verão todo e que eram acompanhados de gritos de "incentivo" dos meus pais.

 

Descobri a filosofia do minimalismo quando comecei a pesquisar sobre a forma mais eficiente de andar vestida. Desde então li bastante sobre o assunto, vi documentários e cheguei à conclusão que para mim o minimalismo é ter apenas o que preciso. E que na verdade o que preciso não é assim tanto.

 

Sendo minimalista, tralha nos meus espaços é algo que dá comigo em maluca. Como na semana passada. Fiz mudanças desde Lyon até à minha terra atual. Consegui por os conteúdos de um apartamento mobilado dentro de um apartamento que já estava mobilado. Desde segunda feira que tenho uma cama no meio da sala de estar. Tinha tralhas, caixas e malas a montes pelos cantos, a minha mala de viagem semi desfeita e roupas atiradas para cima da cómoda. A tarefa de arrumar e limpar tudo parecia descomunal.

 

Procrastinei. Passei horas no sofá a vegetar sem comer. Tive de fazer uso do meu último resquício de força de vontade para decidir que só me ia deitar depois de arrumar a casa. Já era tarde, mas finalmente a bateria do meu portátil acabou e eu consegui libertar-me do poder gravitacional do sofá. Disse a mim própria que a perfeição é inatingível e que o objetivo era apenas tornar a casa habitável.

 

Movi tralhas de um lado para o outro, arrumei a roupa de inverno, varri o chão, arrumei a loiça lavada. Foi mais rápido do que tinha previsto. Ainda tenho tralhas a mais, ainda tenho que limpar a casa de banho e os vidros, mas estar em casa já não afeta a minha saúde mental.

 

Voltando ao minimalismo, como é que aquelas pessoas que vivem em casas minúsculas o fazem? Eu e o Momé nem temos assim tantas coisas, mas mesmo assim é difícil arrumar tudo nos nossos 36 m2.