Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

As Senhoras não se Aborrecem

03.11.17, marttokas

O aborrecimento é um sentimento bastante desagradável. É também um sentimento complexo, com todo um espectro de nuances. Há dias em que sofro de um tipo especial de aborrecimento, o aborrecimento em que sei que tenho coisas para fazer, mas não tenho nem motivação nem energia para me dedicar a elas.

 

Para me animar, decidi compilar uma lista de coisas que requerem pouca força de vontade, mas que podem combater este aborrecido sentimento.

 

1. Sites sugadores-de-vida

O mais fácil e acessível para ocupar o tempo são os sites que entram na categoria “sugadores-de-vida”.  Basicamente, são sites que entretêm mas que, na minha perspetiva, não trazem nada de positivo. Nesta categoria incluo sites como o Facebook, 9Gag, Buzzfeed, Youtube. Certamente há outros sites/apps/joguinhos, mas eu tento evitá-los.

 

Às vezes desperdiço horas de vida nestes sites, mas ao fim de algum tempo sinto-me ainda mais aborrecida e descontente comigo mesma.

 

2. Ver séries

Ver séries é um entretenimento que requer pouca energia, ocupa o tempo de uma forma aprazível, e possibilita a vivencia de sentimentos em segunda mão. Com pouco ou nenhum investimento energético e monetário as séries fazem rir, chorar, sentir entusiasmo ou medo. Com o tempo é possível desenvolver uma certa “afinidade” com os personagens.

 

A contraindicação das séries é o efeito viciante. Eu, quando fico viciada, não consigo fazer nada produtivo enquanto não ver todos os episódios disponíveis.

 

Sugestões

Comédia

Estes dois títulos já estão por aqui há tanto tempo que dispensam apresentações. Fazem rir, não requerem esforço mental e os episódios são curtos.

 

 The Big Bang Theory (A teoria do Big Bang)

 Modern Family (Uma Família Muito Moderna)

Fantasia

American Gods 

 

Eu já tinha lido o livro há uns anos, e estava curiosa para ver a série. As minhas expectativas não foram defraudadas, a historia é bem contada, fiel ao livro, mas com uma série de detalhes extras interessantes e bem conseguidos.

 

Para ficarem com uma ideia, o vídeo a baixo é uma das minhas cenas favoritas da primeira temporada. Afinal o American Gods é sobre deuses, e acho que a série faz um trabalho excecional na forma as diferentes religiões. A cena não está relacionada com o enredo principal, portanto podem ver sem medo de spoilers.

 

 

Drama

Because it is My First Life

Das 4 séries que sugiro, esta é aquela com que me identifico mais. É divertida, mas ao mesmo tempo aborda questões essenciais a um jovem adulto, como encontrar casa, realizar (ou não) os sonhos de juventude, o significado do casamento, etc.  Como é um drama coreano (o primeiro que vejo) há todo um aspeto de descobrir uma nova cultura que é muito refrescante em relação aos clichés das séries americanas.

 

3. Ler

Ler é algo que requer um pouco mais de força de vontade. Eu gosto muito de ler, portanto não é um esforço muito grande, basta apenas escolher bem o livro. O que requer menos esforço são livros de banda desenhada. Estou a começar a descobrir todo um mundo de webcomics gratuitos, deixem um comentário se quiserem que eu partilhe a minha lista de leitura. No nível seguinte estão os romances “cor de rosa”. Nesta categoria os meus autores favoritos são a Nora Roberts e Nicolas Sparks. Se estiver mesmo com coragem posso ler um dos livros na minha lista para 2017.

 

4. Limpezas & organização

Fazer limpezas ou organizar coisas é algo produtivo e que ocupa o tempo de forma flexível. Uma limpeza profunda pode demorar horas, mas organizar uma gaveta demora apenas 10 minutos. É também uma atividade que posso fazer sem nenhum sentimento de culpa e que me deixa com um sentimento de missão cumprida quando termino.

 

Por exemplo como hoje sofri de um forte aborrecimento, varri o chão, fiz a cama de lavado, lavei a loiça, lavei umas botas e umas calças de caminhar à mão e limpei a casa de banho. Se amanhã me sentir aborrecida ainda tenho prateleiras e calçado para organizar.

 

5. Ir para a cama cedo

Quando não há mais nada para fazer e se tem sono é uma boa maneira de ocupar o tempo e descansar. Pode ser que o aborrecimento tenha desaparecido na manhã seguinte.

 

Eu nunca consigo cumprir esta sugestão, mas sinceramente, às vezes tenho sonhos mais interessantes do que a minha vida real.

 

E vocês, o que fazem quando estão aborrecidos?