Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

As Senhoras Reciclam

26.06.18, marttokas

Tenho me vindo a aperceber da enorme quantidade de resíduos que faço. Quando mudei de casa fiquei chocada com a quantidade de tralhas que deitei fora. Algumas delas em bom estado, outras perfeitamente inúteis, mas que acabaram todas num aterro algures no Planeta Terra.  

 

Eu até tenho bons exemplos à minha volta. Sempre se fez reciclagem e compostagem na casa dos meus pais, e sempre ouvi o meu Pai dizer "Não devemos comprar lixo". Um dos meus irmãos até se está a aproximar de se tornar desperdício-zero. 

 

Apesar dos bons exemplos, a gota de água que me despertou para a necessidade de levar uma vida mais ecológica, foi uma colega de trabalho que faz a própria pasta de dentes. Eu pensei, se ela consegue ter uma vida com o mínimo de impacto possível para o Planeta eu também tenho que começar a fazer a minha parte. 

 

Comecei por inspirar-me. Vi alguns vídeos no Youtube sobre desperdício-zero. Li alguns artigos. Estava cheia de força de vontade. E depois fui de férias e a vontade passou.  Agora que estou de volta à normalidade, decidi dar um pequeno passo no sentido de levar uma vida mais ecológica. Comecei a reciclar.  

 

É uma má desculpa, mas  cores do ecoponto franceses são diferentes dos portugueses, e eu nunca me dei ao trabalho de aprender as diferenças. A verdade é que na minha terriola-adotada reciclar é ainda mais fácil que em Portugal. É lixo para um lado, vidros (ecoponto Verde) para o outro e tudo o que é reciclável vai para o mesmo ecoponto (Amarelo). E a desculpa é nula, porque os caixotes de reciclagem ficam literalmente a 30 metros da porta do meu edifício. 

  

O meu plano de ação foi o seguinte: 

1. Fui ao site da cidade, informei-me sobre as cores dos ecopontos e sobre quais os desperdícios que podem ser reciclados 

2. Pus um caixote de cartão dentro do armário do lava loiça destinado exclusivamente à reciclagem 

3. Tenho andado a mandar os lixos recicláveis para dentro do caixote 

 

Como desafios antevejo a falta de vontade para despejar o caixote no ecoponto amarelo (eu detesto despejar lixo) e educar o Momé sobre a importância da reciclagem, quais os resíduos que podem ser reciclados, e convence-lo a agir em conformidade.  

  

Para vos alegrar aqui estão algumas estatísticas sobre lixo & reciclagem: 

  • Em Portugal reciclam-se cerca de 30,4%  dos resíduos urbanos
  • Cada português produz em média 464,5 kg de lixo por ano
  • Em França reciclam-se cerca de 39,7% dos resíduos urbanos
  • Cada francês produz em média  501 kg de lixo por ano

 

Como sei que há alguns leitores no Brasil também pesquisei algumas estatísticas que os possam interessar:  

  • Em 2012, cada brasileiro produzia em média 383 kg de lixo ao por ano.
  • O estado onde se produz menos lixo per capita é Santa Catarina (295 kg/pessoa/ano) e aquele onde de produz mais lixo é o Distrito Federal (584 kg/ano/pessoa).

2 comentários

Comentar post