Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

As Senhoras são Milionárias - Motivação

06.03.18, marttokas

Tal como para qualquer outra mudança de estilo de vida, antes de começar a jornada para a independência financeira é importante ter motivações claras. É importante encontrar um porquê que dê força nos momentos em que a motivação escasseia e que assegure que estamos a seguir o rumo certo, mesmo que ninguém compreenda as nossas escolhas.

 

Sugiro que façam o exercício descrito a baixo e que tomem algumas notas. Quando precisarem de motivação extra, podem sempre voltar ao que escreveram.

 

1. Pensem na vossa vida até aos dias de hoje

Qual é a vossa relação com o dinheiro? Em que alturas é que o dinheiro foi um constrangimento? Que escolhas deixaram de fazer? Em que momentos foi uma fonte de stress? Pelo lado positivo, em que situações é que o dinheiro foi uma fonte de alegria? Em que momentos sentiram o dinheiro proporcionou alivio?

 

2. Leiam os post de Fevereiro com atenção

 

3. Imaginem a vossa vida se fossem financeiramente independentes

Que sentimentos associam à independência financeira? Como seria uma vida sem stress financeiro e sem preocupações em pagar contas? Como ir iriam ocupar o vosso tempo? Continuariam no mesmo emprego? Que sonhos adiados iriam realizar?

 

4. Escrevam as vossas motivações para atingir a independência financeira

 

Só posso mudar minha vida. Ninguém pode fazer

 

Eu sempre tive uma vida confortável. Vivo num apartamento suficientemente grande para dois, com varanda, banheira e móveis modernos de madeira maciça. Como todos os dias comida nutritiva, saudável e saborosa (dentro das minhas limitações culinárias). Tenho calçado e roupa bonita & confortável em quantidade suficiente. Não tenho carro, mas posso caminhar para o trabalho ou para o centro da cidade em menos de 15 minutos. Se quiser viajar até mais longe posso apanhar um comboio, um autocarro, uma bicicleta ou uma boleia. Consigo voltar a Portugal com a frequência desejada (graças a paitrocínios).

 

Se tivesse mais rendimentos o que ia mudar?

  • Comprava mais algumas roupas (camisola de merino vermelha e casaco de penas da Uniqlo)*
  • Viajava mais
  • Comprava um Kobo e um telemóvel melhorzinho
  • Tinha alguém a fazer limpeza uma vez por semana

 

No fundo, nada fundamental ia mudar. Os pontos referidos a cima, podem ser atingidos com o meu nível atual de rendimentos, apenas necessitam de um pouco de planeamento e organização. Claro que um aumento de rendimentos será sempre bem-vindo, mas a verdade é que comprar mais coisas não vai influenciar ou meu nível de conforto ou de felicidade. Daí que o meu objetivo não seja ser milionária, como já tinha escrito anteriormente, mas sim ser financeiramente independente. 

 

Agora, quando for financeiramente independente, o que vai mudar?

¤ Não serei dependente de nada nem ninguém para fazer face às minhas despesas

¤ Se algo menos bom acontecer terei dinheiro suficiente

¤ Posso esperar até encontrar um emprego que goste verdadeiramente

¤ Terei liberdade para poder viajar / estudar / fazer voluntariado quando me apetecer

 

Como podem ler, as minhas motivações para atingir a independência financeira são muito mais fortes que simplesmente comprar mais coisas. Para mim independência financeira significa Liberdade e Segurança.

 

Liberdade para poder escolher, sem que o dinheiro seja um constrangimento. Liberdade para fazer períodos de “mini-reforma”. Liberdade para escolher empregos estranhos, sem que a remuneração seja um fator de escolha.

 

Segurança porque sei o meu nível de vida está assegurado. Segurança porque sei que no futuro terei uma reforma, mesmo que o Estado não me pague. Segurança porque sei posso voltar a Portugal numa emergência, ou pagar uma despesa médica, ou ajudar um familiar. 

 

Se a independência financeira me vai fazer mais feliz? Não sei. Mas espero que me traga paz de espírito e liberdade.

 

(*) Entre o momento em que escrevi o primeiro rascunho do post e hoje comprei estas duas peças.