Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

As Senhoras Viajam - Paris, Fortuny & Tesla

09.11.17, marttokas

Paris, a cidade da luz. A cidade do romance, da moda e da arte! A cidade da torre Eiffel, da catedral de Notre-Dame, do Arco do Triunfo, do Louvre e dos Champs Elisées! Haverá cidade mais senhorial que esta? A cada esquina há uma galeria ou um museu, as montras são obras de arte, as pessoas vestem-se com classe e estilo. Paris, a cidade onde seja dia ou seja  noite, há sempre coisas interessantes a acontecer.

 

O fim de semana passado estive em Paris para o aniversário de um amigo. Não estive em nenhum sitio emblemático. Em quatro dias, o único vislumbre que tive da torre Eiffel foi este:

20171027_161912.jpg

Apenas fiz uma atividade digna de ser relatada no blog, visitei a exposição de Mariano Fortuny no Museu da Moda da Cidade de Paris.

 

20171027_164129.jpg

O que acham da evolução do conceito de beleza feminina nos últimos 100 anos?

 

Mariano Fortuny (1871 - 1949) foi um estilista, pintor e inventor espanhol radicado em Veneza, conhecido pelos seus vestidos de seda plissados e pelos estampados em veludo. Os vestidos produzidos por Fortuny foram revolucionários ao libertarem as formas femininas, são de tal qualidade que  continuam perfeitos quase um século depois (pelo menos daquilo que dava para ver nas vitrines) e até hoje, foi impossível replicar a técnica de plissar seda utilizada por ele. Muitos dos designs são intemporais e eu, sinceramente, gostava de experimentar alguns dos vestidos. Para ficarem com uma ideia, os preço de venda dos vestidos remanescentes começa nos 14.500€ (o que equivale a 362 vestidos da Zara). 

 

A imagem a cima é da minha parte preferida da exposição. É um conjunto dos dois designs mais emblemáticos de Fortuny, um vestido Delphos e um casaco em veludo estampado. O que me impressionou foi o do contraste entre o masculino e o feminino, entre a delicadeza e leveza do vestido e a solidez protetora e aconchegante do casaco. O impacto foi ainda maior ao aperceber-me que esta composição não se limita ao séc. XX e que o conceito pode ser transposto para os dias de hoje.

 

Em relação ao Tesla mencionado no titulo, fiz um test-drive no lugar de pendura durante 40 km. Fiquei desapontada porque achava que o carro era completamente silencioso, mas afinal em autoestrada dá para ouvir o ruído do vento e dos pneus. Pelo lado positivo, fiquei deslumbrada com a condução automática. O Tesla curva sem ser preciso mexer no volante, mantém a distancia pré-definida com veículo da frente e muda de faixa só com a indicação do pisca. É carro que estou a pensar comprar quando tiver recursos financeiros dignos de uma Senhora (por este andar daqui a 50 anos).