Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Ser Senhora

Esta é a história de como me tornei Senhora. Uma Senhora a sério.

Ser Senhora

Esta é a história de como me tornei Senhora. Uma Senhora a sério.

Cápsula Outono 2019

Outubro 04, 2019

Tudo começou no início de 2017 quando decidi que tinha de otimizar a forma como me visto para o trabalho e escrevi pela primeira vez sobre a minha cápsula. Em 2018 voltei a escrever o assunto e, em 2019, aqui estou de novo. Podem parecer muitos artigos sobre um tópico limitado, mas escrever sobre a forma como me visto ajuda-me a refletir sobre a imagem que quero transmitir, a roupa que uso no dia a dia e motiva-me para fazer compras de forma propositada.

Este outono, além de falar das peças que tenho e quero comprar, decidi ter uma abordagem diferente e explicar o processo pelo qual crio a minha cápsula.

 

1. A minha vida

Comecei por perceber onde passo o meu tempo enquanto estou acordada e que tipo de roupa preciso de vestir para cada situação.

Screen Shot 2019-10-04 at 23.37.36.png

Para fazer desporto tenho um guarda roupa separado. Consiste em: soutiens de desporto + t-shirts + leggings + sapatilhas. Dependendo do desporto tenho alguma roupa especializada (kimono, calças de equitação, fato de banho e touca, etc).

Em casa tenho um uniforme. Varia consoante a temperatura dentro do apartamento. Quando está calor (no verão e assim que o aquecimento central é ligado) uso t-shirts largas que já viram melhores dias + calções. Quando está frio uso leggings de algodão + camisolas de manga comprida. Uma coisa que não muda, independentemente da estação, são crocs, com ou sem meias.

O fim de semana é aquela altura em que eu gostava de me vestir de forma cool e ir a sítios. A minha roupa não é tão cool quanto gostaria, e não vou a tantos sítios fixes quanto gosto de imaginar. Em relação à roupa já comecei a recolher inspirações para afinar o meu sentido de estilo fora-do-trabalho. Em relação a ir a sítios, a partir de janeiro vou ter mais sítios fixes para visitar, só vou precisar de vontade para sair de casa.

Por último, o local onde passo quase metade da minha vida, é o trabalho (incluindo deslocações ida/volta + horas de almoço). O dress code é bastante relaxado, mas mesmo assim eu gosto de estar apresentável e semi-formal. Como a roupa de trabalho é aquela em que passo mais tempo a minha cápsula de outono (e este artigo) vai ser pensado do ponto de vista desta cápsula.

 

2. Inspiração

Vivo numa cidade pequena. Além dos adolescentes-fashionistas-versão-poliéster, ninguém se importa com o que tem vestido. Aliás, dá para perceber quando alguém não é da cidade só pela forma como se vestem. No escritório é parecido, as pessoas vestem-se mais ou menos como lhes apetece e na minha secção há apenas 4 pessoas que se vestem de forma interessante.

Como não tenho inspiração na vida real, utilizei a internet. Fui vendo Youtube, lojas online, fiz pesquisas no Pinterest, espreitei o Instagram... Há medida que via coisas que me interessavam, fui guardando tudo num board do Pinterest.

Deixo-vos duas sugestões de vídeos:

CASUAL FALL OUTFITS 2019

FASHION TRENDS FALL-WINTER 2019-2020 & how to wear them ǀ Justine Leconte

 

3. Cores

Há uns anos percebi que a forma de ter tudo a combinar é usar poucas cores. Desde então as minhas cores base são preto + cinzento + branco + azul (em todos os tons) e algum vermelho vivo. Tudo em peças de cor única, sem padrões (salvo muito raras exceções) e sem logótipos. 

Design sem nome.png

eu a tentar ser artística

Para este outono, vou utilizar preto + cinzento + branco + bege + azul + vermelho, e talvez incorpore uma peça verde, se tiver a certeza que não vai causar demasiada interferência com o resto das cores da minha cápsula.

Explicando o verde, desde o verão que comecei a sentir uma atração estranha pelo verde. Eu que já em 2013 dizia que não gostava de verde, de repente, comprei um vestido verde esmeralda que realça a cor dos meus olhos. A minha ideia foi que ao comprar um vestido, como é uma peça única, não preciso de tentar fazer combinações com o resto das cores do meu guarda-fatos.

 

4. Pensar na roupa que preciso

Trabalho 5 dias por semana. Em número de peças preciso: 2 pares de calçado; 5 calças; 1 saia de inverno; 3 camisolas de malha; 2 camisas de algodão; 2 camisas de seda (ainda em modo experimental); 2 casacos de escritório; 4 casacos de rua.

Ora aqui está a bela da tabela que também estava presente nos meus outros artigos sobre cápsulas.

Screen Shot 2019-10-05 at 00.00.45.png

No total são 21 peças que dão para 43 combinações diferentes. Significa que só preciso de repetir combinações a cada mês e meio. Também significa não preciso de repetir cada conjunto mais do que duas vezes, porque daqui em janeiro vou ter de atualizar a minha cápsula para roupa mais invernosa.

 

5. Olhar para o que já tenho

Depois de esta parte conceptual passei ao meu guarda roupa. Pus as roupas de verão para lavar e abri as arcas do tesouro com a minha roupa de outono-inverno.

IMG_3621.JPG

Houve alguma roupa que deixei arrumada, porque é demasiado quente para as temperaturas que ainda se sentem. Avaliei a roupa de outono que tenho, e apenas não gostei de umas calças. Estão bastante usadas e quase a romper em vários sítios, portanto achei melhor pô-las na reciclagem.

Conclusão: tenho 3 calças + 3 camisas + 3 camisolas de malha + 5 casacos e 1 par de botas.

 

6. Lista de compras

Preciso de comprar (assinalado a azul na tabela):

  • 2 pares de calças largas
  • 1 saia de inverno
  • 1 camisa de algodão
  • 1 casaco de escritório
  • 1 sapatos de inverno

 

As coisas verdadeiramente urgentes para comprar são as calças porque 3 partes de baixo não são suficientes para eu andar convenientemente vestida no trabalho. O resto quero comprar lentamente, à medida que forem aparecendo promoções, e que eu tenha a certeza de que preciso mesmo da roupa adicional.

 

7. Fotos

Porque uma "alma penada" me pediu fotos (que orgulho, tenho leitores que me pedem coisas), decidi ativar um Instagram para o blog e todos os dias durante o mês de Outubro tirar uma foto da roupa que usei para o trabalho.

 

Ficam avisados. As fotos são más. Não mostro a cara. Não sei fazer poses. Não passo a ferro. Sou completamente iniciante nesta vida do Instagram e tenho muito, mesmo muito, a aprender e a melhorar. Por favor sejam bondosos em relação ao meu Insta.

 

Além publicar fotos, vou apontar o que gosto e o que não gosto de cada conjunto, pedir sugestões e afinar a roupa que ainda tenho que comprar para melhorar esta cápsula.

 

Aqui esta o link: https://www.instagram.com/sersenhora/

O nome é: sersenhora

2 comentários

Comentar post

Mais sobre mim

foto do autor

Arquivo

  1. 2020
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2019
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2018
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2017
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2016
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2015
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2014
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2013
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2012
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2011
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
  1. 2010
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D