Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Decidi ser vegetariana à hora de almoço

30.11.17, marttokas

Depois de analisar as despesas do último ano percebi que o meu maior gasto é com comida. Sim, gasto mais em comida que com a renda do apartamento. No caminho para ser milionária, um conceito fundamental é gastar menos do que ganha. Portanto foquei-me em como posso reduzir os meus gastos em comida, sem comprometer o valor nutricional e a qualidade da minha alimentação.

 

Há técnicas bastante conhecidas, como usar promoções, ir aos supermercados mais baratos, evitar desperdícios, fazer um menu semanal, preparar uma lista de compras, entrar no supermercado apenas uma vez por semana, levar a marmita para o trabalho, etc. Eu utilizo as técnicas acima de uma maneira mais ou menos consistente, mas quis ir mais longe. Como que passar fome não é uma opção e não quero que as pessoas do meu contexto social fiquem a pensar que sofro de dificuldades financeiras, estive à procura de uma forma saudável e barata de comer.

 

A solução foi escolher uma esquisitice alimentar. Claramente, esquisitices alimentares são coisa de gente rica. Também têm também a vantagem de se tornarem num assunto de conversa à falta de tópicos mais interessantes durante a hora de almoço. Então qual é a esquisitice alimentar que mais ajuda a poupar dinheiro? Ser vegetariano!!

 

Tornar-me vegetariana sempre esteve longe dos meus planos, afinal eu gosto muito de carnes, presunto, bacon, peixes, marisco. Mas tendo em vista o motivo de força maior que é tornar-me milionária decidi ser vegetariana à hora de almoço. Quando questionada sobre a minha opção nunca refiro falta de dinheiro, afinal há muitas outras razoes para ser vegetariano:

 

  1. É mais saudável, reduz o risco de doença cardíaca, previne o cancro e retarda o processo de envelhecimento.
  2. É mais ecológico, o metano produzido pelas vacas (vulgos puns) contribui para o efeito de estufa, a produção de animais está relacionada com a redução de habitats selvagens, erosão dos solos, consumo excessivo de água e poluição.
  3. É melhor para os animais que são comidos, os animais preferem estar vivos, de preferência em condições dignas.
  4. Vi uma conversa no TED 
  5. É bom para o engate (de acordo com o meu irmão vegan)
  6. É mais difícil ter uma indigestão por comida estragada (de acordo com o meu irmão vegetariano)
  7. É a comida mais saborosa quando requentada no micro-ondas (o meu argumento preferido)

Fonte: A Cabeça de Lexi Soares

 

Espero que vos tenha inspirado. Quanto estiver completamente satisfeita com a forma como organizo as minhas refeições vegetarianas partilho.