Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Guia de como ser Senhora

Esta é a história de como me tornei senhora. Uma senhora a sério.

Desperdício zero escritório

03.10.18, marttokas

Desde que a minha consciência ambiental acordou que tenho adotado algumas estratégias para reduzir a quantidade de desperdícios na minha vida. Já aqui escrevi da reciclagem, e agora partilho convosco algumas ações que requerem pouco esforço, mas que contribuem para reduzir a quantidade de lixo que produzo enquanto trabalho (num escritório convencional).

 

Ir a pé para o trabalho

Andar a pé é o meio de locomoção mais ecológico e 100% sem desperdício. As outras opções, por ordem de ecologia, são: ir de bicicleta (ou skate, patins, trotineta), ir de transportes públicos ou partilhar o carro com o vizinho.

 

Eu tenho sorte de viver a 15 minutos a pé do trabalho e duas vezes por dia, cinco vezes por semana, faço as minhas caminhadas, aproveito para pensar na vida, desfrutar da vista e descomprimir. O mau tempo não serve de desculpa (até porque não tenho alternativas), e equipo-me de maneira a fazer o trajeto de forma confortável. Nos dias em que faz muito calor levo um chapéu, quando chove uso botas de borracha, chapéu de chuva e impermeável e quando neva (ou faz -15°C) acrescento um colete de penas e luvas.

 

OneNote, não imprimir e reciclar

Os escritórios são notáveis pelas quantidades de papel que gastam, muitas vezes sem ser necessário. Evitar lixo implica, se possível, encontrar meios alternativos para tirar notas (recusar), evitar as impressões desnecessárias e imprimir frente e verso (reduzir), e por fim, reciclar todos os documentos que já não são necessários (reciclar).

 

Tenho um caderno para tirar notas mas, 10 meses depois de ter começado este emprego, ainda nem sequer está escrito até meio. Tento escrever todas as minhas notas e processos no OneNote, uma espécie de caderno digital desenvolvido pela Microsoft. Além de não gastar papel, consigo ter tudo organizado por temas, posso juntar emails ou ficheiros de Excel às minhas notas e posso fazer pesquisas por palavra chave. O uso do OneNote no trabalho já me valeu elogios. Também evito utilizar a impressora, a última coisa que imprimi foi um contrato. Por fim, o pouco papel que cai na minha secretária, principalmente panfletos do sindicado e pacotes de bolachas, é reciclado.

 

Garrafa de água reutilizável

Beber água é essencial para estar vivo. Ter uma garrafa de água na secretária é meio caminho andado para beber água suficiente durante o dia. Em vez de comprar garrafas de água de plástico cada vez que se tem sede, a solução mais ecológica é ter uma garrafa reutilizável e encher sempre que preciso.

 

Eu passei imenso tempo à procura da garrafa de água perfeita. Tinha de ser de vidro, para não estar sujeita aos compostos nocivos libertados pelo plástico. Tinha de ter uma tampa, para não entornar água em cima de papeis importantes ou do teclado do computador. Tinha de ter um litro, para ser fácil calcular a quantidade de água que bebo por dia. Tinha de ser barata. Encontrei a resposta no supermercado. Escondidas no meio das garrafas-de-plástico-inimigas-do-ambiente estavam umas garrafas de vidro, iguais àquelas que os restaurantes usam para servir água. A minha garrafa ideal custou menos de 2€ e já veio cheia de água.

 

Caneca para o café (ou chá)

Café é muitas vezes sinónimo de produtividade, mas não tem de ser sinónimo de lixo. Uma opção é trazer café num termo. Tem a vantagem de ser quase totalmente desperdício zero, barato e da qualidade do café estar assegurada. Quem tem máquinas Nespresso ou semelhantes pode ter a sua chávena de loiça no trabalho e assim evitar as descartáveis.

 

Eu uso a minha própria chávena no escritório, tanto quando bebo café da máquina Nespresso de um colega, ou quando uso uma das máquinas de distribuição automática da empresa.

 

Marmita & talher

Outra forma barata e saudável de evitar desperdícios é levar uma marmita para o trabalho.

 

Normalmente, no início da semana, preparo comida vegetariana para a semana de trabalho. As caixas que uso são de vidro, reutilizáveis e não dão sabor à comida quando aquecidas. Uso apenas uma colher para comer que guardo no escritório, assim evito esquecimentos e a necessidade de usar talheres de plástico ou comer com as mãos. O saco onde trago a marmita é de plástico, mas já é o mesmo à vários meses.

  

20181003_131739.jpg

Há muitas fotos lindas na internet de kits zero waste que custam os olhos da cara, mas na verdade não é preciso muito dinheiro para construir um. O meu, que podem ver na foto, custou menos de 10€.

 

Mais algumas dicas:

  • Em vez de usar esferográficas descartáveis usar uma caneta de jeito (por exemplo de tinta permanente), lápis ou lapiseira de metal
  • Usar lápis de cor em vez de marcadores (os lápis são compostáveis, os marcadores são de plástico eterno)
  • Desligar o computador no final do dia de trabalho para poupar eletricidade
  • Mais inspiração aqui e aqui

6 comentários

Comentar post